Os 6 mitos da Acupuntura

1. A acupuntura e a dor
As agulhas utilizadas nas terapias não provocam dor. A espessura é tão fina como dois fios de cabelo, pelo que nada têm que ver com as conhecidas agulhas das vacinas ou as de retirar sangue. As poucas pessoas que sentem a picada inicial, deixam de ter reação poucos segundos depois. 

2. O efeito da acupuntura é apenas placebo
Existem investigações levadas a cabo, a nível mundial, nos últimos anos que revelam que o cérebro liberta endorfinas (analgésicos naturais) que têm alguns efeitos anti-inflamatórios, como consequência do tratamento.

3. A acupuntura vicia
Quem não gosta de fazer algo para aumentar o seu bem-estar? Isto não significa que a acupuntura tenha alguma substância viciante. Existem é alguns pacientes que prolongam a sua terapia por necessidade, mas não por vício. Aliás, estarmos bem com o nosso corpo não é um vício é uma necessidade, que devia ser um dever de todos os seres humanos.

4. A acupuntura só trata dor física
É verdade que a acupuntura tem um grande grau de eficácia para dores físicas. Mas também facilita o desbloqueio de certas patologias mentais, como o stress, a ansiedade, a depressão, entre outros.


5. As agulhas são reutilizadas
 As agulhas de acupuntura nunca são reutilizadas, pelo menos não o devem ser. Cada terapeuta deve ter agulhas embaladas, esterilizadas e descartáveis. Até porque se trata de um instrumento que entra em contacto com o sangue do paciente.


6. As agulhas introduzem substâncias no corpo
As agulhas apenas estimulam as zonas nervosas do organismo, daí a produção de efeitos. Não introduzem qualquer tipo de substância injetável. 
Dor crónica, depressão, hipertensão, cólicas renais ou ciática são algumas das doenças que a organização considerou que podem beneficiar da acupuntura.

já recebe a nossa newsletter?

subscreva a nossa newsletter e receba em primeira mão toda a informação sobre todos os produtos, receitas, passatempos e muito mais!